domingo, 29 de abril de 2012

Segundo workshop "Acção de Diferenciação de Produtos e Serviços" - Programa Academia de PME: visita à empresa Mercearia de Marvão.

 
Este fim de semana estive a aprender (muito!) sobre Finanças em mais um workshop da ADRAL. Como decorreu em Marvão, tive ainda a oportunidade de dar a conhecer aos meus colegas esta linda vila e com muito gosto ofereci uma ginginha da Mercearia!
Segundo workshop "Acção de Diferenciação de Produtos e Serviços" - Programa Academia de PME: visita à empresa Mercearia de Marvão.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Boa noite, falta apenas meia hora para o passatempo da Mercearia acabar e venho dizer que só poderei anunciar o vencedor amanhã à noite. Espera-me um dia atarefado, espero que compreendam!

quarta-feira, 25 de abril de 2012

O João Paulo e o 25 de Abril em Marvão


O João Paulo foi à cerimónia do hastear da bandeira com a avó, a mãe e a irmã. Na vinda para baixo a avó parou na Mercearia para comprar o jornal e o João Paulo ofereceu-me um cravo vermelho.
Este menino de Marvão, de 12 anos, não viveu o 25 de Abril de 1974 (nem eu) e pouco entenderá ainda o seu significado.
Mas trouxe na mão a esperança, que me ofereceu.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Vinhos portalegrenses estão de parabéns


A Adega de Portalegre está de parabéns!
Wine Masters Challenge 2012 premiou os nossos Tintos com Medalhas de Ouro e Prata

O vinho Portalegre DOC Tinto 2008 foi premiado com Medalha de Ouro, já o vinho Quinta da Cabaça DOC Tinto 2008 e o vinho Conventual Reserva Tinto 2009 conquistaram Medalhas de Prata no Wine Masters Challenge 2012 - XIV Concurso Mundial de Vinhos, que decorreu no Salão Atlântic...o do Casino Estoril.

domingo, 22 de abril de 2012

Caminhada pelas calçadas romanas de Marvão


O Centro Cultural de Marvão e a Maruam - Associação de Jovens têm o prazer de vos convidar a participar na Caminhada pelas Calçadas Romanas de Marvão (segue programa em anexo).
Com um percurso cuidadosamente escolhido para proporcionar uma saudável caminha na manha de Domingo, 29 de Abril de 2012.
Após a caminhada, haverá lugar a um beberete convívio para todos os participantes e população.
Uma experiência única pelas Encostas de Marvão...
Junte-se a NÓS!!!
Inscrições:
Telf.: 963 112 159
Uma Organização Conjunta:
Centro Cultural de Marvão
Maruam - Associação de Jovens
Com o Apoio:
Município de Marvão
Junta de Freguesia de Santa Maria de Marvão

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Passatempo 500 likes


Como prometido, vamos então dar início ao passatempo dos 500 likes

Para se habilitarem ... Nada mais fácil.


- Like na página de Facebook da Mercearia
- Partilhar o Passatempo no vosso mural do Facebook
- Deixar o nome e endereço de email como comentário neste post, neste blogue


Podem participar até ao próximo dia 26 de Abril, quinta-feira até às 23.59 horas
A participação vencedora será escolhida através do random.org.
O mais importante: o prémio: Uma colecção completa de cartuxos de rebuçados da Mercearia, ou seja, os 7 sabores (quem não gostar pode trocar por outro prémio de igual valor)

A caixa de madeira não está incluída.Se o vencedor não for de Marvão, teremos todo o gosto em enviar por correio. Qualquer dúvida é dizer!
BOA SORTE!


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Os Japoneses, esse estranho povo


Chegam quase sempre em excursão. São clientes da Pousada e durante dois dias ficam em tudo o que é canto, a pintar Marvão.
Vêem específicamente para pintar, e Marvão para isso, é um maravilhoso cenário.

São extremamente educados, delicados. Não fazem barulho, pedem licença para tudo, sorriem sempre.
Entram na loja e dizem Konnichiwa (bom dia) e normalmente compram postais.

A excursão que chegou ontem à tarde cumpre todos estes preceitos mas acresce mais um: muitos japoneses vêem de máscara.
Sim, de máscara, aquelas máscaras da gripe A.

E eu penso cá para mim: para quê meu deus? Então esta gente vem de uma terra super industrializada e por isso naturalmente poluída, passaram por um terremoto, tsunami e quase desastre nuclear e acha que vem apanhar doenças a Marvão?

Em Marvão? Marvão do ar puro e limpo? Aiiiiiii eu.....

Uma das "clientes mascaradas" de hoje foi engraçada: Entrou e amiudou tudo, escolheu postais, um caderninho, uma ocarina e depois engraçou com as bolachinhas de Sousel.

Falava super baixinho, num inglês macarrónico.Perguntou sobre as bolachinhas.
E tinha a máscara na cara! Eu percebia lá o que ela queria!
De repente lembrei-me: tradutor google. E lá fui eu...

Querem ver o resultado:

Bolachinhas de Aveia = オートミールクッキー

Venda feita, a japonesa faz uma pequena vénia.
Arigatô digo eu!
Ahhh (de espanto) faz ela

Sim, querida japinha, eu não só não tenho doenças como também sei umas palavrinhas de japonês!

terça-feira, 17 de abril de 2012

Há hinos que fazem todo o sentido!



NÃO QUERO SER SÓ MAIS UM
QUERO ENCONTRAR O MEU ESPAÇO
O MEU FUTURO
SÓ DEPENDE DAQUILO QUE FAÇO

E CHEGOU A HORA
VAMOS EMBORA
HÁ UM MOMENTO NA VIDA E É AGORA!

NÃO VOU SER PESSIMISTA
EU VOU DIZER QUE SIM
EU VOU FAZER O QUE QUERO
EU ACREDITO EM MIM

NAO VOU OUVIR SOBRE A "CRISE"
NEM DE UM "PAÍS NO ABISMO"
EU VOU SER ALGUÉM
VOU SER MAIS QUE UM ALGARISMO

NÃO VOU SER BOTA-ABAIXO
NÃO VOU FAZER QUEIXINHAS
VOU SORRIR NA RUA
VOU BEIJAR VELHINHAS

NÃO VOU TER PENA DE MIM
VOU APROVEITAR O DIA
NAO VOU TER DUAS MULHERES
PORQUE ISSO É BIGAMIA

EU VOU TER ORGULHO
NESTE MEU PAÍS
EU VOU AJUDAR QUEM PRECISA
EU QUERO É SER FELIZ

EU VOU DAR 100%
NÃO QUERO SER MEIA-MEDIDA
EU VOU SER O EXEMPLO
DE UMA MUDANÇA DE VIDA.

Ontem de manhã


Na última curva antes de chegar a Marvão, via-se lá ao fundo, as neves da Serra da Estrela

segunda-feira, 16 de abril de 2012

domingo, 15 de abril de 2012

Manhã de sol para a Rota do Contrabando


Depois de um dia muito farrusco de chuva e frio, o dia amanheceu bem mais bonito, cheio de sol!
Logo de manhã fui visitada aqui na loja pelo grupo de "senderismo" de Valência de Alcântara. No grupo vinha o dinâmico Juan Carlos Corchero do Ayuntamiento, com quem no passado, tive o prazer de trabalhar. Já vinham com uns bons quilómetros em cima das pernas, passaram as passadeiras do Sever, lá para os lados da Relva da Asseisseira, e destemidos vieram à conquista do Castelo, com regresso pelo mesmo percurso.
O Nuno mandou-me uma mensagem a dizer que nos Galegos estavam imensos carros estacionados, indiciando o sucesso de mais uma Rota do Contrabando, protagonizada e impulsionada por mais um ex colega, o António Garraio.
A Rota do Contrabando é um caso exemplar: Tem um impulsionador da terra, conhecedor do território e das suas histórias, tem um pequeno almoço típico, tem a conversa rica de antigos contrabandistas e no fim um almoço para recuperar forças.
As caminhadas têm imenso sucesso por estas bandas, percursos interessantes, de ar puro e vistas bonitas, não faltam. O GDA, os Bombeiros de Marvão, a Casa do Povo de Sto António ou mesmo o médico local(!!!) entre outros, têm metido imensos marvanenses e visitantes a caminhar, exercitar, conhecer o que é seu!
As vantagens destas iniciativas são imensas: dinamizam e divulgam o nosso património natural, contribuem para o bem estar e saúde dos participantes.
O que falta aqui então: a divulgação e sinalização dos caminhos, a sua fixação em mapas e roteiros, tornando as caminhadas de fim-de-semana num produto/marca da terra.
Se saíria caro? Bolas, claro que não, comparativamente com outros eventos.
Tivessem as autoridades competentes: Câmara Municipal e Parque Natural da Serra de São Mamede, metade do dinamismo dos acima referidos, e a actividade daria o pulo necessário.
Parabéns caminheiros!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Retromania e a auto-estima dos portugueses

‎"Sete anos depois, Catarina Portas ainda não tem uma explicação para a retromania que se apoderou do país, pondo-o a açambarcar louças Bordallo Pinheiro (...). A não ser esta, que parece lapalissiana: "Talvez isto tenha a ver com a conquista de uma certa auto-estima, desporto em que nunca fomos grandes campeões - em Portugal, só no futebol e na comida é que nos achamos o máximo. E depois, em temp...os de crise, as pessoas tendem a refugiar-se em produtos seguros - e no passado. O admirável mundo novo desiludiu-nos a todos um bocadinho". Ela vê o futuro quando olha para trás, e isso sim, defende, pode ser admirável: "O passado está cheio de oportunidades de negócio. (...) E numa Europa que perdeu a manufactura, Portugal, que ainda a tem em parte, devia apostar nela. Acredito que o regresso ao passado pode construir o futuro".

Catarina Portas em entrevista à Ipsilon

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Portugal Hoje da RTP 1 - Quatro casais de Marvão

video

Já melhor e completo!

Programa Portugal Hoje da RTP 1

Acabou de passar no programa Portugal Hoje, da RTP 1, uma pequena reportagem sobre os quatro casais de Marvão que fintaram a crise e criaram o seu próprio emprego.
Assim que possível colocarei o vídeo! Pode ser que repita ao longo do dia, é estar atento!

domingo, 8 de abril de 2012

Novos cadernos da Mercearia

Em Domingo de Páscoa, aqui ficam as novidades da Mercearia, no que toca aos caderninhos:
- Gravura de J. Oliveira do Convento de Nossa Senhora da Estrela
- Pintura de João Barata
- Pintura de Le Maffre

A lembrar as antigas sebentas, os cadernos da Mercearia são uma óptima lembrança de Marvão

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Lar da APPACDM em Santo António das Areias



A Dona Deolinda Miranda é uma pessoa dedicada a uma causa. É uma pessoa com muito mérito, com muito valor, que merece este "sonho tornado realidade".
Quando um sonho proporciona bem estar a cidadãos especiais, quando cria emprego, quando dinamiza uma aldeia como Santo António das Areias, é ouro sobre azul!
Que este lar esteja pronto num instante!!!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Uma terra que resiste...e que só é para quem resiste

Vem todas as semanas aliviar-me da carga pesada que significam os mil e um caixotes de papelão, os plásticos, os vidros e afins.
Este meu cuidado (que é dever, de todos) com a reciclagem causa-me problemas grandes num espaço tão pequenino como o meu. Mas vai-se fazendo.
A Valnor é a empresa de recolha de recicláveis do Alto Alentejo e Marvão sempre foi ponta de lança neste domínio.
Tem um passo ligueirinho de atleta mas queixa-se porque o camião não entra cá dentro e tem que alombar com tudo às costas.
- Nenhum dos meus colegas quer vir a Marvão
Entendo perfeitamente, é que nisso, como em tantas outras coisas, Marvão é só para resistentes.